A segurança nas chaminés

A segurança nas chaminés

Poucas coisas são tão prazerosas em um dia frio quanto acender a lareira. A sensação de calor que ela proporciona, além de ver as chamas em movimento, cria uma cena praticamente ideal. No entanto, o fogo sempre é perigoso e é importante seguir essas dicas para manter nossa casa segura, também ao usar a lareira. Principalmente se for a primeira vez que você usa uma lareira.

Preste atenção à segurança passiva

Antes de acender o fogo, é necessário seguir uma série de diretrizes para evitar problemas. A segurança passiva contra incêndios ajudará a prevenir incidentes e a agir de maneira mais eficaz caso ocorram.

Por exemplo, a limpeza dos dutos é de vital importância. Se não forem limpos regularmente, a fuligem se acumulará, o que pode danificar algum tubo e até causar um incêndio. É melhor deixar a limpeza em profundidade nas mãos de um profissional, fazendo-a uma vez por ano, e verificar de vez em quando para garantir que não haja acúmulo excessivo.

Não deixe coisas inflamáveis perto da lareira. Isso também serve como medidas de segurança em estufas elétricas. Caixas de papelão, papéis e roupas não devem estar próximos a fontes de calor se você não quiser que eles acabem queimando.

 

Nunca deixe um fogo sem controle

Se você for dormir ou sair de casa, não deixe a lareira acesa. É importante sempre ter alguém cuidando, pelo que possa acontecer. Também não deixe as crianças brincarem perto da lareira. E muito menos permita que elas tenham acesso ao fogo.

TAMBIÉN TE PUEDE INTERESAR:
Dicas para escolher uma lareira

segurança da chaminé

Não abusar do combustível

A lenha que você usa deve ser apenas o necessário para manter o fogo ativo. Mas não coloque na lareira toda a lenha que pretende usar ao longo do dia de uma vez, pois terá chamas muito grandes e perigosas. Também é importante saber qual lenha usar na lareira.

Não use produtos inflamáveis para acender a lareira, como álcool ou gasolina, pois o fogo pode ficar fora de controle ao acender o fósforo ou isqueiro. Em vez disso, pegue um papel e coloque-o debaixo da lenha. Ou melhor ainda, use pastilhas de acendimento.

segurança da chaminé

 

Cuidado com a fumaça

Muitos dos problemas relacionados a lareiras estão relacionados a intoxicações por fumaça. Para evitá-lo, utilize apenas lenha seca e de melhor qualidade possível, que produza chamas, mas não muita fumaça. Também certifique-se de que a chaminé esteja em boas condições. É claro, não jogue plásticos ou madeiras com verniz ou tinta na lareira, pois além da fumaça, gases tóxicos seriam produzidos.

segurança da chaminé

Siga as recomendações dos especialistas

Não se esqueça de que é importante seguir os conselhos daqueles que sabem mais. Por exemplo, esta campanha lançada pelos bombeiros para prevenir incêndios pode ser muito útil para você. Siga as recomendações deles, pois eles já viram mais problemas do que você e com certeza podem ajudá-lo, tanto na prevenção quanto na ação em caso de incêndio, mesmo que ocorra contra todas as probabilidades.

Se você está pensando em instalar uma nova, dê uma olhada em nossas medidas básicas a serem consideradas em lareiras e você poderá desfrutar plenamente e de forma segura de um fogo caloroso e acolhedor.

TAMBIÉN TE PUEDE INTERESAR:
O que são as chaminés de água e como elas funcionam

 

Usar atiçador e porta para lareira

Usar o atiçador e uma porta para lareira são dicas importantes para garantir a segurança ao utilizar uma lareira em casa. A seguir, na HotFireDoor, detalhamos as razões.

  1. Atiçador: O atiçador é uma ferramenta essencial para manipular a lenha dentro da lareira enquanto está acesa. Ele permite acomodar e mover os troncos de maneira segura, sem colocar em risco nossas mãos ou braços. Ao usar o atiçador, evita-se o contato direto com as chamas, o calor excessivo e as faíscas, reduzindo assim o risco de queimaduras.
  2. Porta para lareira: Uma porta para lareira é um dispositivo que é colocado em frente à abertura da lareira. Sua função principal é proteger os moradores da casa e seus objetos pessoais das faíscas e brasas que podem ser projetadas pela lareira. Além disso, também ajuda a evitar que crianças e animais de estimação se aproximem demais da lareira e sofram acidentes.

 

Armazenar cinzas corretamente

Armazenar as cinzas corretamente é uma medida de segurança crucial ao utilizar uma lareira. As cinzas podem conter brasas quentes e pequenas partículas de carvão que podem permanecer ativas por um longo período, mesmo depois que o fogo tenha se apagado. Um armazenamento inadequado pode causar incêndios ou queimaduras acidentais. Para isso, você deve esperar que as cinzas esfriem e usar ferramentas adequadas, entre outras dicas de segurança.

Instalar um detector de fumaça e monóxido de carbono

Essa é uma medida de segurança quando se tem uma lareira e que poucas pessoas levam em consideração. Deveria ser essencial para qualquer lar, especialmente se houver uma lareira. Esses dispositivos ajudam a prevenir e detectar incêndios e a acumulação de gases tóxicos, protegendo assim os ocupantes da casa.

  • Detectores de fumo: É um dispositivo que identifica a presença de fumo no ambiente, o que pode ser um sinal de um incêndio em desenvolvimento. Se fumo for detectado, o dispositivo emite um alarme sonoro que alerta os habitantes da casa, permitindo que eles tomem medidas para extinguir o fogo ou evacuar a residência.
  • Detectores de monóxido de carbono: O monóxido de carbono (CO) é um gás tóxico e inodoro que pode ser liberado durante a combustão incompleta de materiais como a lenha nas lareiras. A exposição a níveis elevados de CO pode ser fatal. Um detector de monóxido de carbono identifica a presença desse gás no ar e emite um alarme se os níveis seguros forem excedidos, alertando os ocupantes para ventilar a residência ou evacuar, se necessário.
  • Localização dos detectores: Instale detectores de fumo em cada nível da casa, próximo aos quartos e nas áreas comuns. Os detectores de monóxido de carbono também devem ser instalados em cada nível, próximo aos quartos e a uma distância adequada da lareira, seguindo as recomendações do fabricante.
  • Verificação de funcionamento: Verifique periodicamente o funcionamento dos detectores de fumo e monóxido de carbono, seguindo as instruções do fabricante. Isso pode incluir pressionar o botão de teste do dispositivo e substituir as baterias conforme necessário. Principalmente no início da época de aquecimento.
  • Substituição dos detectores: Detectores de fumo e monóxido de carbono têm uma vida útil limitada, geralmente entre 7 e 10 anos. Substitua os dispositivos de acordo com as indicações do fabricante para garantir seu correto funcionamento.
TAMBIÉN TE PUEDE INTERESAR:
Portas de vidro térmico para lareiras.